sábado, 30 de janeiro de 2016

Loló (lança perfume).

Carnaval ta chegando!

O lança está sempre por ai!

Vamos aprender um pouco mais sobre as substâncias que o compõe?


O que é?


Clorofórmio!


O lança é uma mistura de solventes orgânicos comuns em laboratórios, sua composição aproximada é: 45% Clorofórmio, 55% de Acetato de etila e Álcool. O lança "original" era baseado em Cloreto de Etila, que também é um solvente orgânico.

História


Propaganda do "Lança perfume rodo" de 1916.


Quem pensa que o lança perfume é algo recente está enganado! Muito antes de Rita Lee fazer sucesso com a música "lança-perfume", este inalante já marcava presença nos bailes de carnaval cariocas, sua inserção na festa foi no início dos anos 1900!

Inicialmente era utilizado para se refrescar no calor dos bailes de salão (consegue imaginar um carnaval em ambiente fechado? Isso era comum!), já que as substâncias do lança possuem alta pressão de vapor, gerando o efeito de "refrescância" ao evaporarem.

Essa substância nem sempre foi marginal, por muitos anos foi fabricada pela Rhodia na Argentina e no Brasil. No Brasil sua fabricação, porte e utilização foi proibida pelo presidente Jânio Quadros (varreu o lança com sua vassourinha!) na década de 60.

Mata?


Se usar muito, mata sim!

Seus efeitos iniciais são agitação e aumento de batimentos cardíacos, além de um fraco efeito "alucinógeno" que dura não mais que um minuto. Inalações sucessivas podem além de sobrecarregar seu sistema respiratório (a galera desmaia mesmo!), pode causar dados aos rins e fígado, que ficam encarregados de metabolizar tudo que você inalou...

Existem estudos que também correlacionam o uso de solventes orgânicos como inalantes e uma maior sensibilidade à adrenalina.

Portanto, usando ou não, estejam atentos do carnaval!

Se gostou dessa e de outras postagens compartilhe! A sua ajuda é importante para o blog!

domingo, 24 de janeiro de 2016

Plantas comuns, porém tóxicas: Mamona.

Voltamos a falar de plantas e suas propriedades maravilhosas!

Falarei da Mamona, planta muito conhecida em todo Brasil, onde até pouco tempo atrás era comum crianças fazerem verdades batalhas campais com suas sementes espinhosas e dolorosas quando arremessadas de um bom estilingue!

Porque a Mamona é tóxica?


Ilustração Científica da Mamona (Ricinus communis).
Suas sementes contém Ricina, substância considerada uma das mais tóxicas do planeta (será? continue lendo...).


O que é a Ricina?



Estrutura quartenária da proteína Ricina.

A ricina é uma proteína obtida das sementes da Mamona (Ricinus communis), de onde também é obtido o óleo de ricino que não é tóxico.  A ricina citotóxica, ao entrar no citoplasma da célula bloqueia a síntese de proteínas, matando a célula e por consequência o organismo, se a quantidade for o bastante.

Mata?


Na verdade, não é tudo isso que parece...

O envenenamento por Ricina só é plausível de acontecer caso a pessoa injete ou inale uma boa quantidade de substância(não consegui fontes seguras de quanto é necessário). 

Em 1985 a universidade de Emory e o centro de controle de venenos da Georgia realizaram uma revisão de 751 casos de ingestão acidental de ricina nos últimos 85 anos e foram relatadas somente 15 mortes, que com o tratamento médico atual seriam facilmente evitadas .O envenenamento de adultos por ingestão é bem pouco provável já que a mesma causa vômito quando ingerida. Caso a morte não ocorra de 3 a 5 dias após a ingestão, a pessoa se recupera.

O governo americano criou um certo sensacionalismo a cerca da Ricina, a substância foi "elevada" ao status de substância com potencial uso em bioterrorismo, o que não faz sentido, pois como vimos, uma planta ser venenosa não faz dela uma planta perigosa! 
Para o "veneno" se tornar perigoso é necessária uma maneira fácil de administrá-lo em pessoas.

Outros usos.


Vemos com frequência que na química nem tudo é tão ruim tanto parece.

Estudos mostram que a ricina pode ser uma substância em potencial para o tratamento do câncer de colo (leia mais aqui).

Portanto não saia arrancando os pés de Mamonas por ai!

Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Mamona

http://www.thepoisongarden.co.uk/atoz/ricinus_communis.htm

http://poisonousplants.ansci.cornell.edu/toxicagents/ricin.html


sábado, 7 de março de 2015

COLUNA DE WINOGRADSKY: PRIMEIROS RESULTADOS!

Olá pessoal! Continuando a série sobre a coluna de Winogradsky falarei um pouco mais sobre os nutrientes e a sua importância para os microorganismos.

Carbono

Importante para dar início a toda vida na coluna, é utilizado pelas bactérias heterotróficas para obter energia, as bactérias fixadoras de carbono não de extrema importância para a vida na terra e podemos ver sua participação no ciclo abaixo:
"decompositores", grupo onde se encontram as bactérias.


 As fontes de carbono são variadas desde jornais, papel ou algodão até carbonatos que podem ser metabolizados por algumas bactérias.

Enxofre

Nutriente importante para as bactérias que o metabolizam compostos de enxofre para obter energia oxidando qualquer espécie de enxofre até o sulfato, como podemos ver no ciclo abaixo:
Ciclo bacteriano destacado em vermelho.


Resultados e interpretação.

Após duas semanas já podemos observar alguma vida em nossa garrafa. Recordando que existem diferenças entre as garrafas que podem ser vistas aqui.
Antes de mais nada, segue um diagrama de como se distribuem as bactérias na coluna, essa distribuição está ligada a dois fatores principais, presença ou não de oxigênio e presença ou não de enxofre (na forma de ácido sulfídrico).


Nota: Reparem no trabalho artístico de divulgação científica no topo das garrafas! Todos os créditos para minha namorada =D !!
Aceitamos encomendas para decorar sua coluna de Winogradsky!


Inclui detalhes artesanais do logo do seu blog!
Voltando para a microbiologia! Na garrafa da esquerda foram observados dois tipos de microrganismos, algas e bactérias púrpura sulfurosas.

Algas 

São organismos que realizam fotossíntese, portanto produzem seu próprio alimento com os "reagentes" gás carbônico (fonte de carbono!), água (agente redutor!) e luz como catalizador,  produzindo oxigênio e açucares em um dos processos mais impressionantes da natureza!
Detalhe para as bolhas aderidas ao fundo: seria oxigênio produzido na fotossíntese ou gás carbônico/oxigênio das bactérias heterotróficas do solo?
Observem as algas no fundo e nas paredes!

Bactérias Púrpura Sulfurosas

Também são fotossintéticas como as algas porém são anaeróbias ou microaerofílicas (só vivem com pouco oxigênio). São denominadas sulfurosas pois ao invés de utilizarem água como agente redutor de seu processo de fotossíntese, utilizam ácido sulfídrico reduzindo-o a enxofre!


Mas e a outra garrafa?

Bom, a segunda garrafa está com muitas algas e aparentemente nenhuma vida anaeróbia. Talvez pela pequena quantidade de solo que permite a difusão do oxigênio ou algo envolvendo os nutrientes que tentarei analisar mais pra frente.

O pedaço flutuante é solo coberto de algas.



O que esperar?

Acredito que existem alguns microrganismos que ainda virão (estou escrevendo com atraso então já temos algum progresso que descreverei em breve!), bactérias verdes sulfurosas, Chlostridium, bactérias púrpuras não sulfurosas entre outras coisas que não faço idéia, já que não sou biólogo (aceito a ajuda de algum(a)!)! =D

Mas e depois?

Tenho a vontade de observar-los no microscópio, porém ainda preciso de acesso a um!





















domingo, 15 de fevereiro de 2015

FAÇA EM CASA! COLUNA DE WINOGRADSKY, seu pet de baixo custo!

Se você leitor, está pensando em ter um cachorrinho, gato, papagaio, mas acha que não terá tempo para o bichinho (e nem dinheiro)...

SEUS PROBLEMAS ACABARAM! =DDD

Faça já sua coluna de Winogradsky! Seu pet pré-histórico!

Tenha uma variedade enorme de microrganismos, aeróbios, anaeróbios, facultativos, roxinhos, amarelinhos e verdinhos! Em uma garrafa!!!

Tá parei...

Mas realmente vou encarar essa experiência como meu(s)"bichinho(s)"


O que é?

A coluna de Winogradsky, criada por um microbiologista de mesmo nome para estudar microrganismos em conjunto, é constituída basicamente de um frasco de vidro, substrato, água e bactérias. 

Suas características serão explicadas nos próximos posts, conforme a evolução das colunas que fiz =).


Como fazer?

Simples... Primeiro umas considerações de segurança: Use EPI (equipamento de proteção individual: luvas e óculos de segurança no mínimo), você não sabe a procedência da lama que está coletando, pode conter patógenos, metais pesados e etc...

Materiais:



  1. Luvas
  2. Fonte de Carbono
  3. Fonte de Enxofre
  4. Espátula/ colher
  5. Pote para a coleta do substrato
Sejam criativos nas fontes de nutrientes, utilizei sais facilmente encontrados em lojas de artigos para laboratório, mas também podemos usar gema de ovo cozida como fonte de enxofre, casca de ovo e papel como fonte de carbono.

A lama!



Vale quase tudo que cheire a banheiro, se você dispor de um lago perto de casa, colete a lama e a água de lá, caso você more em uma cidade grande e não tenha acesso nem a um jardinzinho, seja criativo! Terra da arborização urbana, água de chuva podem funcionar bem (veremos!).

Não colete água do Tietê/Pinheiros ou qualquer outro rio extremamente poluído ou com despejo de esgoto.

A garrafa.


Utilizei duas garrafas pequenas e variei algumas condições para cada uma. Talvez elas sejam muito pequenas, o que pode comprometer a diversidade de bactérias.

*O procedimento é simples e não merece nem um subtítulo: vista as luvas misture o substrato e a água com uma colher de sopa de cada fonte de carbono e enxofre além de umas 3 bolinhas de algodão bem desfiadas (para aumentar a superfície de contato e facilitar para seus bichinhos )

nota: use garrafas de boca larga, tive dificuldades para passar tudo pra dentro da garrafa...

Condições do experimento!



Como descrito nessa foto lindamente editada no photopaintshop, as condições foram as seguintes:

Garrafa 1
  • água até a boca (sem ar)
  • material sólido até a metade
  • mais bolinhas de algodão
  • **aquela borra branca no fundo foi um "erro" adicionei o sulfato e o carbonato antes e eles grudaram um pouco, vamos ver no que vai dar =D
Garrafa 2
  • dois dedos de ar
  • material sólido até 1/3 
  • menos algodão
  • mais sulfato de sódio (enxofre)

Resultados

CALMA! Ainda não temos nada, acredito que dentro de uma semana poderemos ver alguma vida na garrafa =D

Obrigado e continuem acompanhando o crescimento do nosso pet!

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Sobre esmalte, GHB, violência e outros.

Olá pessoal, faz tanto tempo que não escrevo no blog que o endereço até sumiu do meu histórico.

Há algumas semanas foi anunciada uma nova pesquisa em andamento sobre o esmalte que muda de cor em contato com drogas como o GHB e o Rohypnol (mais sobre), ainda não sei detalhes a respeito da química do produto, em breve farei uma postagem sobre, mas minha vinda aqui hoje é por outro motivo.

Em dois anos de blog fiz somente 20 e poucas postagens, umas mais acessadas outras ignoradas, mas o que vem me impressionando é o número de acessos à minha matéria sobre o GHB "boa noite cinderela". É A POSTAGEM MAIS ACESSADA DO BLOG com 4252 acessos até o dia de hoje (10/09/14). Na referida postagem falei sobre seus usos como medicamento, droga recreativa e droga de estupro

O grande número de acessos me fez pensar no motivo desses acessos, acredito que seja para descobrir como sintetizar(digo isso pois quase todos os comentários que tenho que apagar é sobre alguém pedindo receitinha)! Mas com que intuito? Usar em si? Ou nos outros sem consentimento? 

Eu provavelmente nunca vou saber a resposta, mas quero deixar expresso que se você leitor, está nesse blog atrás de "receitinhas mágicas" para prejudicar os outros, você não é bem vindo e está no lugar errado. Aqui é um espaço para conhecimento, curiosidades, química, biologia, não estupro.

Obrigado a todos que acessam para acrescentar algo bom para suas vidas.


quarta-feira, 14 de maio de 2014

Especial Fundo do Mar: Algas para tudo!

Olá pessoal, como dito anteriormente, tentarei abordar mais temas ligados à biologia e bioquímica. Pensei que o Especial Fundo do Mar seria uma boa forma de começar, sou nascido e criado no litoral e sempre gostei de estar no mar ou perto dele.

Inspirado por um livro de ciência que encontrei em casa(referência no final), começarei pelas algas, organismos extremamente versáteis!

O que são?


Imagem colorida artificialmente de microscópio eletrônico
 de varredura - Alga unicelular cocolitóforo. Fonte
São organismos fotossintéticos com 3 bilhões de anos de vida, das mais variadas formas e tamanhos, podem se apresentar como um ser unicelular ou algas gigantescas com mais de 60 m de comprimento. Existem nos mais variados ambientes, aquático, desértico, gelo e lagos de águas "ferventes".

Importantes produtoras de matéria orgânica, constituem a base da cadeia alimentar e também atuam na produção de oxigênio para outras formas de vida. Seu crescimento demasiado pode causar a morte (veja maré vermelha), mas também gera a vida quando se trata das corallinales, algas semelhantes a corais de grande importância em ecossistemas tropicais.


Algas como fonte de matéria prima


Desde o século 17, utilizamos das algas para extrair compostos de interesse, na europa era comum coletar algas trazidas pelo mar e queima-las afim de obter suas cinzas ricas em Carbonato de Sódio, sal utilizado na produção de sabão e vidro, no século 19, algas foram usadas para a obtenção do iodo. Atualmente esses processos estão obsoletos.

Atualmente as algas de maior interesse industrial são as algas pardas ou feotíceas, algas gigantes de grande resistência. Tal resistência é conferida pela presença de um polissacarídeo chamado Ácido Alginico, presente na parede celular dessas algas.

Descoberto por Stanford em 1883, apresenta-se como uma substância solúvel em água de aspecto gelatinoso. Possui várias utilidades, é utilizado como espessante na indústria alimentícia (em sorvetes por exemplo), farmacêutica (em remédios como o Gaviscon). Seus sais de Cálcio e Sódio também possuem amplos usos seja na fabricação de plásticos ou na medicina em produtos para deter hemorragias. Um dos usos mais interessante do Alginato de Sódio é na gastronomia molecular, na técnica de esferificação (fazer bolinhas de sucos e outros).

Algas na fronteira da ciência


Estão sendo realizados diversos estudos com micro e macro algas diversas. No Brasil existem grupos de pesquisa que estudam algas e suas utilidades, um deles é o grupo do Professor Doutor Pio Colepicolo do IQ-USP, que tem como proposta a utilização de algas para a produção de bio combustíveis.

Mais informações: http://www2.iq.usp.br/docente/piocolep/index1.html

Outros usos para algas.


Comprimidos de spirulina 
Fonte: Wikipédia.
Suplemento alimentar: A spirulina é uma cianobactéria utilizada como fonte de proteínas.
Controle da Poluição: Algas são usadas em colheitas para capturar fertilizantes que poderiam poluir rios e lagos próximos, após certo tempo, essas algas são coletadas e utilizadas como fertilizantes.
Biorremediação: Algas tem sido usadas para capturar metais pesados e outros poluentes em áreas degradadas.



Fontes:

http://en.wikipedia.org/wiki/Algae

http://botany.si.edu/projects/algae/links.htm

Livro: "Nos e as Plantas", Prof. Gilberto Galvão

sábado, 3 de maio de 2014

Confirmada a existência do elemento 117.



Representação do elemento 117 com seu nome provisório
"Ununséptio" (fonte:wikipédia)
Após 4 anos do anúncio da descoberta do elemento 117, feita por uma colaboração Rússia-EUA (link da notícia), é confirmada a existência do elemento 117 da tabela periódica. Confira o resumo do artigo publicado aqui.

A descoberta foi feita bombardeando átomos de Berquélio com o isótopo 49 do Cálcio o que resultou em um novo elemento contendo 117 prótons e 177 nêutrons.

O novo elemento pertence à família dos halogênios porém acredita-se que ele não é tão eletronegativo quanto os outros elementos da família, já que está situado muito abaixo na tabela periódica, mas ainda não é possível confirmar suas propriedades químicas, pois só foram produzidos 4 átomos do elemento.

Mais informações sobre a nova descoberta:
http://www.iflscience.com/chemistry/new-element-confirmed